27 de mai de 2015

13ª SEMANA DO MUSEU - PARAIBUNA/SP

Museus para uma sociedade sustentável é o tema lançado pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus para o Dia Internacional dos Museus (18 de Maio) de 2015). Essa data, comemorada mundialmente, é celebrada no Brasil pela Semana Nacional de Museus. 
A 13ª edição aconteceu entre os dias 18 e 24 de maio de 2015, chamando, assim, a comunidade a refletir, discutir e trocar experiências sobre o tema.

Em Paraibuna foi feita uma parceria entre três instituições: Fundação Cultural Benedicto Siqueira e Silva, Instituto Chão Caipira e Instituto H&H Fauser para comemorar a data. Cada uma das instituições organizou uma atividade de acordo com os objetivos de suas instituições.
No dia 23 de maio de 2015, o Instituto Chão Caipira e Instituto H&H Fauser realizaram um evento com o objetivo de sensibilizar a comunidade para temas relacionados à preservação e à salvaguarda cultural e ambiental e apresentou o Turismo Rural de Base Comunitária como estratégia de Desenvolvimento Sustentável.
O evento começou com um Café Caipira organizado por João Rural e Jorginho.



Wiliam Joseph  de Oliveira ( Ateliê Quintal - ACEP) fez  intermediação das palestras e a abertura do evento falando sobre o que é a Semana do Museu e sua importância para a cidade de Paraibuna.


Logo após foi feita uma Palestra sobre o “VALE DA FARTURA, E PATRIMÔNIO IMATERIAL” com a Turismóloga Elaine Nogueira.


Na sequencia foi feita a palestra: “CONVERSANDO SOBRE ECOMUSEU” com ÂNGELA  SAVASTANO, pesquisadora científica, Presidente do Centro de Estudos de Cultura Popular –CECP (São Jose´dos Campos-SP) e  Maria Siqueira Santos  graduada em História pela Universidade Estadual de Londrina (UEL),coordenadora do projeto do Centro de Estudos de Cultura Popular –CECP .


A ultima palestra da manhã foi: “CULINÁRIA CAIPIRA NA REGIÃO E SEU POTENCIAL DE SUSTENTABILIDADE”, com o Culinarista e Jornalista João Rural (João Evangelista de Faria). Essas quatro ações foram realizadas no Clube Recanto dos Tamoios, no km 32,3 da Rodovia dos Tamoios, em Paraibuna-Sp.


À tarde foi proposta uma visita técnica na zona Rural de Paraibuna no Vale da Fartura.
Todos os empreendimentos visitados são importantes pontos de preservação e de difusão do patrimônio imaterial sejam nos modos de beneficiamento tradicional da cana de açúcar na produção de cachaça, açúcar mascavo, melado (Sítio JJ), da gastronomia tradicional caipira (Sítio JM e Café Chão Caipira), o roteiro conta também com a participação de poetas populares, violeiros, sanfoneiros, contadores de causo e jovens monitores formados no PJ-MAIS.
A visita teve inicio no Sitio JM, onde foi servido um delicioso almoço com diversos pratos caipiras, típicos da região, entre eles “Fogado” e “Pato Assado”, sucos de frutas nativas e doces caseiros.



Em seguida uma visita ao Sítio JJ, para presenciar a confecção de açúcar mascavo, com manejos ainda tradicionais, os participantes além de conhecer todo o processo puderam provar “Caldo-de-cana” moída na hora.



Para finalizar o dia foi servido outro café caipira  ao som da viloa de “Denis Silva e Luizão e na Sanfona Dedé Mesquita.



Confira as fotos do evento no Facebook Fotos H&H Fauser e Fotos Fundação Cultural (Gustavo Silva).


A Fundação Cultural realizou suas ações durantes os dias de 18 a 22 de maio promoveu ações de  “Educação Patrimonial. Cerca de 2.000 pessoas entre crianças e adultos, das escolas municipais e estaduais, passaram por quatros pontos onde os alunos tiveram as vivências da Catira e Moçambique, com William de Oliveira, Rafael Ribeiro e Ronnie Dos Santos.


Visitaram o Centro de Memória da Fundação Cultural "Benedicto Siqueira e Silva" com Fábio Rocha.




Aprenderam a  fazer balangandã com o monitor da Oficina de Circo, Leandro Silva Delgado, para esta atividade a Fundação Cultural fez uma  com o grêmio estudantil da Escola Dr Cerqueira César que ajudou na monitoria dos alunos.


 Outra ação paralela ao evento foram duas Palestra com 47 professores da Rede Municipal do Ensino, sobre o  Tema: "Valorização do Patrimônio Histórico Material e Imaterial do Município de Paraibuna de forma sustentável", organizado por Wiliam Joseph  (Ateliê Quintal - ACEP) e Elaine Nogueira (Instituto H&H Fauser e  Viver Bem Turismo - MEI).


De maneira especial é preciso agradecer todos que acreditaram neste evento.



Texto: Elaine Nogueira
Fotos: Elaine,  José Vicente, Gustavo e Fundação Cultural Benedicto Siqueira e Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário